Tendências internacionais para os cabelos

postado por Ana Carolina Gabriel em 20/09/2011 às 15h23

A hairstylist Arlete Cieslonski, da Red Iron, dá dicas exclusivas sobre cortes, cores, e penteados para os cabelos. Confira!

 

Texto revista Bella Cabelos


Não fique fora da moda! Veja as dicas da cabelereira Arlete Cieslonski e arrase!
Foto: reprodução


Tendências em cortes


Os desfiles das principais grifes de moda de Nova Iorque, Londres, Paris e Brasil não trouxeram uma tendência exclusiva. Há espaço para muita criatividade. Continuam os cortes assimétricos bastante repicados (para fios longos, médios e curtos), os longos com pontas desfiadas e levemente ondulados e os retos com acabamento impecável.

 

 

Penteados

É a vez deles! Os penteados apareceram com força total nas passarelas e devem dominar as ruas. São sofisticados, agregam elegância à produção, conferem um toque chique de ‘feito à mão’ e, acima de tudo, não roubam a atenção das roupas e não poluem o visual.

 

O coque é a grande estrela. Ele vem aparecendo nas últimas estações e deve ganhar as ruas agora. E valem todas as versões: altos, médios e baixos; com topetes ou bem rentes à cabeça; clássicos construídos impecavelmente sem um fio fora do lugar ou no melhor estilo ‘bagunçadinho’.

 

Também marcarão presença tranças, rabos de cavalo, faixas no estilo anos 50 e cabelo comprido arrumado de um lado só. Dica esperta: é hora de colocar em dia o arsenal de finalizadores: mousse, pomada, gel, spray de fixação, entre outros.

 


Tendências em coloração

O visual ‘loiro artificial’ está bastante desgastado. As mulheres mais antenadas com a moda já estão exibindo tons mais escuros e naturais. Ana Furtado, apresentadora do programa “Vídeo Show” representa bem a mudança.

 

Ela converteu o tom loiro em um castanho ‘quente’, valorizado por mechas finas e claras nas pontas e na franja. Portanto, é hora de investir nos tons quentes, naturais e iluminados. Vermelhos, castanhos e marrons são os mais indicados.

 

Agora é a vez dos dourados e todas as suas variações. Para que a passagem (ou inversão) não seja drástica, sugiro recorrer às mechas esfumadas. Esta técnica consiste em disfarçar aquelas marcas muito próximas da raiz, deixando um degradê natural, clareando do meio para as pontas no máximo três tons. Puro luxo!

 



Mais de Cortes

Comentários (0)

Está página ainda não possui comentários, seja o primeiro a comentar clique aqui

deixe seu comentário
Digite o código a seguir: